vargas Matérias

VARGAS, O PAI DA PIN-UP


Não é possível falar da cultura americana na primeira metade do século XX sem citar o nome do artista plástico Alberto Vargas (1896-1982), peruano naturalizado americano.

Coube a ele difundir pela América e pelo mundo a figura pin-up, aquelas garotas que estampavam as capas de revistas e os calendários das borracharias, entre as décadas de 1930 e 1970, sempre com pouca roupa, muita sensualidade e certo ar de inocência, como se estivessem sempre na intimidade do quarto.

Durante a Segunda Guerra Mundial, o governo americano imprimia milhões de cartões de pin-ups para alegrar a vida solitária dos rapazes. Muitas vezes, eram jogados de avião e iam parar nas mãos dos inimigos alemães que se fartavam dessas beldades. Não foram poucos os soldados que tatuavam as Vargas girls nos braços, costas, pernas e barrigas.

Hoje, suas lindas meninas também encantam as mulheres. A seguir, uma pequena mostra do talento desse extraordinário ilustrador.

 


Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>